Espaço para partilha de resultados do trabalho em torno do livro Criaturas de Ñanderu, escrito pela autora indígena Graça Graúna e ilustrado por José Carlos Lollo

Sobre o projeto – relato de experiência

Relato de prática pedagógica

Um encontro com a ancestralidade na releitura da obra “Criaturas de Ñanderu”

 

Tomando como ponto de partida o livro Criaturas de Ñanderu[1], da escritora indígena Graça Graúna, e contemplando a Lei 11.645/08, que estabelece a obrigatoriedade do ensino da cultura africana e indígena em todas as escolas do país, mobilizamos os alunos da 8.ª série “A” e da 2.ª série do Ensino Médio “C” da Escola Estadual João Fernandes da Silva[2] e desenvolvemos o projeto intitulado “Cultura Indígena: um encontro com a ancestralidade na releitura da obra ‘Criaturas de Ñanderu’”.

A proposta teve como objetivo discutir a literatura indígena na sociedade brasileira, a partir do incentivo à leitura de obras de escritores indígenas no ambiente escolar. Sob uma perspectiva interdisciplinar, envolvemos as matrizes curriculares de Língua Portuguesa, Artes, História e Sociologia, para contemplarmos especificamente os seguintes objetivos: reconhecer a identidade indígena e social na dimensão histórica, a partir da percepção dos valores culturais presentes na obra “Criaturas de Ñanderu”: o respeito à sabedoria dos mais velhos, à memória, à oralidade e a importância da vida em comunidade; considerar a memória ancestral, reconhecendo a importância da transmissão cultural de gerações anteriores para as novas gerações; e realizar releituras estéticas da arte indígena, ilustrando produções em arte utilitária.

O projeto foi desenvolvido em duas semanas letivas, no período de 23 de fevereiro a 07 de março de 2012, e contou com uma carga-horária de 20 horas/aula por turma. Começamos o trabalho com a discussão em torno do conhecimento prévio acerca da cultura, das histórias e dos mitos indígenas presentes no imaginário dos estudantes. Em seguida, foi realizada a leitura da obra. Posteriormente, os alunos se organizaram em grupos de discussão, inter-relacionando a história do livro com suas experiências individuais de conhecimento e refletindo acerca de suas origens étnicas, culturais e literárias.

Ainda em grupos, os estudantes planejaram e elaboraram produções textuais e plásticas, a partir do conhecimento desenvolvido ao longo das discussões. Durante esse processo, os alunos foram estimulados a elaborar trabalhos de releitura da história, das personagens e das ilustrações do livro.  Essa ação buscou o desenvolvimento da criticidade e da leitura de mundo, colocando em prática diversas habilidades, através da produção textual, de técnicas de artes visuais como desenhos e colagens, além de pintura em peças de cerâmica: vasos, potes e pratos, que fazem parte da arte utilitária.

O processo de releitura do livro ampliou a compreensão que os alunos tinham acerca dos lugares, dos acontecimentos, da cultura e do imaginário narrados pela autora.

Todos os procedimentos, bem como todos os trabalhos, foram registrados em fotografias. Um grupo de alunos realizou a captura de áudio com a narração da história, trabalhando a voz das personagens. Com o resultado das produções plásticas, textuais e audiovisuais, os alunos desenvolveram um slide-show, que buscou, além de valorizar os trabalhos, garantindo o registro digital, recontar a história, a partir do olhar de cada grupo. Esse material também foi utilizado na construção de um blog, intitulado “Criaturas de Ñanderu: releituras”, registrado sob o endereço https://intercriaturasdenhanderu.wordpress.com/, que não estava originalmente previsto no projeto, mas que resultou na melhor forma para a partilha da experiência com os demais estudantes e professores da comunidade virtual, haja vista que esse gênero proporciona um alcance de acesso a nível mundial.

A culminância do projeto aconteceu no dia 07 de março, com a exposição dos trabalhos realizados pelos alunos, no pátio da escola. Foram exibidas as produções textuais, além de colagens e peças em cerâmica. Entre o público presente no evento, contamos com a participação dos alunos e professores da escola, de uma representação da Gerência Regional de Educação do Agreste Meridional, da Professora Heloísa Bastos – representante do curso de Pedagogia da Universidade Federal Rural de Pernambuco, do jornalista Leonardo Bastos – representante do Jornal DAC Eventos e Publicidades, e, em especial, da autora do livro Criaturas de Ñanderu.

O evento de culminância também contou com uma apresentação de um grupo de dança formado por alunos da escola, que exibiu o ritmo conhecido como caboclinho. Na sequência, o público prestigiou o lançamento oficial do blog e assistiu ao slide-show criado pelos alunos, que contemplava as ilustrações produzidas, o áudio das personagens da história e um “making of” do desenvolvimento do projeto.

O momento final e mais esperado do evento foi o encontro dos alunos com a escritora do livro, que conduziu um relato emocionante sobre sua trajetória de vida, seguido de um bate-papo em torno da literatura indígena e de sua produção literária. Os alunos ficaram muito felizes com a possibilidade de interação e aproveitaram para manifestar uma grande quantidade de questionamentos sobre o processo de criação da obra “Criaturas de Ñanderu” e demais trabalhos literários e educacionais da escritora. O número de perguntas não coube no tempo previsto de duração do encontro e virou tema de uma página do blog intitulada “Conversa com autora”.

O reconhecimento deste trabalho pode ser observado tanto na interação dos alunos e internautas com o blog do projeto, quanto nos depoimentos abaixo registrados:

 

“A releitura de ilustrações da obra, que traz referências à cultura dos povos indígenas, amplia a leitura de mundo dos nossos alunos, uma vez que entrelaça culturas e possibilita a transformação do sujeito, recriando sua maneira de ser e estar no mundo”.

Prof.ª Jaíra Miranda

 

“O trabalho possibilitou uma ampla discussão acerca da identidade étnica e cultural dos povos indígenas, buscando a valorização desses povos, desconstruindo os estereótipos e reconhecendo seus papéis sociais dentro e fora da aldeia”.

Prof.ª Jaciara Souza

 

“O projeto proporcionou uma maior reflexão sobre a literatura indígena, em especial sobre a literatura de Graça Graúna, que se tem unido a muitas vozes, em diversas etnias, pela construção de um futuro digno para os seus povos”.

Prof.ª Karina Calado

 

“Amigos(as) da Escola João Fernandes da Silva, cidade de São João/PE.

A leitura da realidade de um povo é fundamental para a sua sobrevivência. Foi isto que vocês fizeram, e muito bem. Parabéns pela culminância do projeto que focalizou o meu livro “Criaturas de Ñanderu” e, por meio dele, refletir a Lei 11645/08. Registro minha gratidão e confesso a minha alegria em ver que o meu livrinho ajudou na discussão dos saberes ancestrais indígenas. Foi gratificante sentir de perto como todos(as) se envolveram numa perspectiva interdisciplinar e por meio da música, da dança, do desenho, da pintura em cerâmica,  do exercício de escrita,  da contação de história  e de outras atividades criativas e reflexivas mostraram a riqueza da nossa cultura. O projeto de vocês é uma contribuição para o reconhecimento da história dos nossos povos indígenas. Que Ñanderu nos acolha”.

Graça Graúna (escritora indígena)


[1] GRAÚNA, Graça. Criaturas de Ñanderu. Ilustração José Carlos Lollo. Barueri – SP: Manole, 2010.

[2] Escola da Rede Estadual de Ensino de Pernambuco, localizada no município de São João, conta com 1040 estudantes, distribuídos em 28 turmas.

 

Anúncios

Comentários em: "Sobre o projeto – relato de experiência" (2)

  1. […] Sobre o projeto – relato de experiência […]

  2. Magdalena Almeida disse:

    Parabéns pelo trabalho, Graça! Sua premiação nada mais é, senão um reconhecimento de uma ação afirmativa constante, na luta pelo fortalecimento dos povos indígenas nos podem oferecer e do muito que nos tem a oferecer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: