Espaço para partilha de resultados do trabalho em torno do livro Criaturas de Ñanderu, escrito pela autora indígena Graça Graúna e ilustrado por José Carlos Lollo

Uma velha índia de uma aldeia contava histórias as crianças que lá moravam. Ela conta que uma indiazinha era muito linda, que até Deus sentia ciúmes dela.

O seu pai, como todos os outros as tribo, eram fies de Ñanderu (Deus), que era um espírito, em que todos acreditavam. Um dia o homem estava em um pé de jurema, que para eles era sagrado, e ouviu o espírito falar que estava na hora de mudar o nome de sua filha. Ao chegar à tribo, ele a chamou e falou que seu nome seria de pássaro. Seria difícil, mais com o tempo ela iria s acostumar.

Quando a garota cresceu, a sua missão era ir a cidade grande, para aprender coisas novas de outras etnias. Mas ela não podia se atrair pelas mentiras que lá havia. Pois se ela passasse a acreditar, ela não poderia voltar para sua tribo e teria que morar na zona urbana para sempre. Infelizmente, ela acreditou nas belas mentiras da cidade e lá ficou presa sem poder voltar para sua tribo.

Aluna: Anselma Talita

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: