Espaço para partilha de resultados do trabalho em torno do livro Criaturas de Ñanderu, escrito pela autora indígena Graça Graúna e ilustrado por José Carlos Lollo

Conta a história que, certo dia, um índio ao chegar da roça disse para seu povo que os Deuses lhe mandaram trocar o nome de sua filha.

Logo em seguida ele o substituiu e sua filha recebeu uma espécie de poderes místicos, onde ela iria proteger seu povo e também sua cultura. Só que para isso ela teria que viajar para a cidade grande para aprender um pouco da cultura de outros povos.

Certo dia, os lindos cabelos da índia começaram a se alonga e seus braços começaram a criar asas. Sempre quando chegava alguém na tribo seu corpo recebia outra coloração para que se despistassem os curiosos.

Após algum tempo a jovem índia se apegou demais a outras culturas e seus ancestrais não lhe deram mais o poder para que voltasse a sua antiga forma. Desde então, ela sempre sobrevoa sua tribo talvez por saudades ou por dever.

Aluno: Edvaldo de Melo Verissimo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: