Espaço para partilha de resultados do trabalho em torno do livro Criaturas de Ñanderu, escrito pela autora indígena Graça Graúna e ilustrado por José Carlos Lollo

O livro conta numa aldeia havia crianças que escutavam histórias contadas pelos mais velhos. Tinha uma índia velha que era a contadora de historias. Uma jovem menina gostava muito de escutar o que ela dizia. Muito concentrada, ela se acocorava perto da índia e aboticava os olhos para prestar bem atenção, porque desde cedo ela aprendeu que tinha sempre que prestar atenção no que as pessoas falavam.

A história é de uma índia que era muito bonita e formosa. Um dia, seu pai chegou da roça embriagado de caxiri, colocou o fecho de lenha no chão e falou que um espírito soprou no seu ouvido e falou que já era ora de mudar o nome de sua filha. Então, ele chamou cunhã e falou: – Cunhã, a partir de hoje, você vai ter um nome de pássaro, vai demorar a se acostumar, mas é o melhor para o nosso povo.  A cunhã deveria ir à cidade para conhecer outras culturas. Ela desenvolveu alguns poderes, que acreditavam que eram coisas sobrenaturais. Saíam asas dela e ela sobrevoava pela aldeia. Ela deveria transmitir tudo que aprendia para a aldeia e, com suas asas, abraçava a aldeia para protegê-la. Seus cabelos longos cobriam-lhe os ombros e tinha uma mecha branca, da cor de suas asas, para as pessoas de fora não perceberem.

Ela voou para a cidade e lá se encantou pelas belas mentiras. Descumpriu uma parte de sua missão e na cidade teve que ficar. Ela voltava só em lembranças à aldeia, quando lhe batia saudade.

Aluna: Vanessa Ferreira Gonçalves

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: